Notícias

Comité Olímpico Internacional cede todos os direitos de transmissão dos Jogos Olímpicos 2018-2024 à Discovery e ao Eurosport em TV e multiplataformas

COI

-       Parceria entre o maior evento desportivo a nível global e Empresa de Comunicação líder de mercado

-       Todos os direitos em todas as plataformas e ecrãs alcançando 700 milhões de pessoas em toda a Europa

-       Maior cobertura de jogos na história em Free-to-Air, Pay-TV, Online e dispositivos móveis

-       Reforça a Eurosport como a casa pan-europeia Nº1 na transmissão dos Jogos Olímpicos

O Comité Olímpico Internacional (IOC) anuncia que todos os direitos de transmissão em TV e multiplataformas dos Jogos Olímpicos 2018-2024 na Europa foram cedidos à Discovery Communications, a empresa mãe da Eurosport.

O anúncio é o início de uma parceria de longo prazo entre o maior evento desportivo do mundo, os Jogos Olímpicos, e a empresa de comunicação líder global, Discovery Communications. Com uma média de 10 canais em cada mercado e Nº1 na Europa na oferta de conteúdos desportivos online e OTT, a Discovery e a Eurosport vão transmitir a maior cobertura na maior variedade de ecrãs, chegando a mais de 700 milhões de pessoas na Europa. A cobertura da Discovery e a Eurosport será impulsionada através de um forte acesso free-to-air e com parcerias inovadoras com transmissores e distribuidores para levar os Jogos ao ecrã como nunca foi feito antes. Num mundo cada vez mais ligado à visualização “em qualquer altura e em qualquer lado”, os Jogos Olímpicos é um evento ao vivo sem precedentes que aglomera enormes audiências e captura a atenção do mundo de uma forma que continua a ser da maior relevância para marketeres, distribuidores e fãs.

O presidente do IOC, Thomas Bach afirma: “Este é um acordo importante para a Discovery e para o IOC, e estamos muito entusiasmados em ter a Eurosport, a casa pan-europeia dos desportos olímpicos como parceiros. Este acordo garante uma cobertura abrangente dos Jogos Olímpicos em toda a Europa, incluindo a garantia em fornecer uma cobertura extensiva de televisão free-to-air em todos os territórios. A Discovery e a Eurosport têm demonstrado um enorme compromisso para com os Jogos Olímpicos, com os seus desportos e para com o futuro do Movimento Olímpico. As receitas geradas com este acordo a longo prazo serão redistribuídas pelo IOC para o Movimento Olímpico, de forma a apoiar o desenvolvimento do desporto por todo o mundo. A Discovery e a Eurosport fizeram também um entusiasmante compromisso em juntar-se ao IOC para desenvolver o novo canal Olímpico na Europa. Acima de tudo, este acordo garante que os fãs do desporto na Europa poderão tirar partido de uma excelente cobertura dos Jogos Olímpicos e dos desportos Olímpicos, seja durante ou após os Jogos, na plataforma que entenderem.”

O presidente e CEO da Discovery Communications, David Zaslav acrescentou: “Hoje é um dia histórico em que acrescentamos os anéis Olímpicos ao portfólio de oferta da Discovery Communications. O compromisso de programação a longo prazo com o Presidente Bach e o IOC reafirma a posição líder da Eurosport na Europa, e permitirá um aumento significativo da presença da Eurosport em todas as plataformas. Com a longa e orgulhosa tradição na transmissão de desportos de verão e de inverno durante as Olímpicas da Eurosport, acrescentando os Jogos Olímpicos, o maior evento ao vivo no mundo, é um editorial e uma estratégia perfeitos. Mas acima de tudo, esta nova parceria é uma vitória emocionante para os fãs de desportos europeus na medida em que oferecemos uma grande quantidade de conteúdos em diversas plataformas para garantir que a chama olímpica permaneça forte todo o ano.”

A Discovery adquiriu os direitos exclusivos, avaliados em 1.3 mil milhões de euros, em todas as plataformas incluindo televisão free-to-air, pay-TV/subscrição, internet e dispositivos móveis em todas as línguas e em 50 países e territórios do continente europeu. Em conformidade com o IOC e com os requerimentos dos mercados locais, o a Discovery compromete-se a transmitir um mínimo de 200 horas dos Jogos Olímpicos e 100 horas dos Jogos Olímpicos de Inverno em televisão free-to-air durante o período dos Jogos. A Discovery irá fornecer sublicenças de uma parte dos direitos em diversos mercados europeus.

A história com mais de 30 anos da Discovery como líder em conteúdos não ficcionais oferece à empresa uma posição única para captar e transmitir as histórias marcantes das pessoas associadas aos Jogos, não apenas num intervalo de dois anos, mas todos os anos e ao longo do ano. Sendo que quase metade da programação da Eurosport é dedicada a desportos Olímpicos, a combinação do seu legado em desportos de inverno, ciclismo, ténis e atletismo, e agora os Jogos Olímpicos, irão permitir que a Discovery e o Eurosport se comprometam com os fãs destes desportos-chave 365 dias por ano. A Discovery e o Eurosport terão acesso aos símbolos Olímpicos, à rica videoteca Olímpica e ao arquivo para ajudar a solidificar a posição da Eurosport como a casa pan-europeia dos desportos Olímpicos. Os parceiros também concordaram numa próxima cooperação e na implantação do Canal Olímpico do IOC, tirando partido do destino desportivo online Nº1 da Eurosport – Eurosport.com -  e serviço OTT líder, o Eurosport Player.

Juan Antonio Samaranch, administrador do IOC e delegado do IOC para os direitos de transmissão Europeus, afirmou: “Estamos muito satisfeitos em termos chegado a este acordo, que acreditamos que trará uma cobertura fantástica dos Jogos Olímpicos e dos valores Olímpicos à maior audiência na Europa através de todas as plataformas media. A Discovery e o Eurosport vão garantir a exposição dos Jogos Olímpicos nos seus próprios canais televisivos e plataformas media e onde for relevante, ao estabelecer parcerias de sublicenças com outros transmissores em diversos territórios. Os fãs Olímpicos vão poder beneficiar de uma cobertura digital abrangente nas plataformas digitais pan-regionais do líder Eurosport.”

JB Perrette, Presidente da Discovery Networks International acrescentou: “Ficámos com o controlo da Eurosport há um ano e embarcámos numa missão a longo prazo de revigorar e fortalecer a sua rede e a sua marca. O anúncio de hoje é um passo em frente incrivelmente emocionante nessa missão. A proeza técnica e habilidade da Eurosport em distribuir os Jogos Olímpicos por mais de 50 países, em 20 línguas e através de uma multiplicidade de plataformas é uma importante vitória para os fãs de desporto. Estamos muito entusiasmados e é com muita humildade que criamos esta parceria com uma dos mais reconhecidas e poderosas marca que, não só fornece o maior evento global mas partilha do ADN da nossa empresa de nos comprometermos e inspirarmos as pessoas para além de as entretermos.”

O acordo cobre os XXIII Jogos Olímpicos de Inverno em PyeongChang de 2018, os jogos da XXXII Olimpíada em Tokyo de 2020 e os Jogos Olímpicos em 2022 e 2024, onde ainda não foram elegidas as cidades que os acolhem.

A Discovery e o Eurosport ostentam recursos e capacidades para levarem os Jogos Olímpicos a mais fãs e em mais ecrãs de sempre. Com uma média de 10 canais TV em cada mercado, infraestruturas locais e equipas no terreno na região, e um legado de 30 anos no desenvolvimento de grandes personagens e histórias, a Discovery e o Eurosport trarão o maior evento desportivo à vida de uma forma como nunca houve antes. Para além de canais free-to-air, PayTV, Eurosport Player, DPlay, Eurosport.com e Eurosport 360 vão transmitir a maior cobertura e experiências imersivas a todos os apaixonados fãs, em todos os ecrãs.

A Discovery adquiriu os direitos de todos os territórios na Europa, excetuando a Federação Russa.

* Territórios incluídos:

Albânia, Andorra, Arménia, Áustria, Azerbaijão, Belarus, Bélgica, Bósnia Herzegovina, Bulgária, Croácia, Chipre, República Checa, Dinamarca, Estónia, Finlândia, França**, Geórgia, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Irlanda, Israel, Itália, Kosovo, Letónia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Macedónia, Malta, Moldávia, Mónaco, Montenegro, Holanda, Noruega, Polónia, Portugal, Roménia, San Marino, Sérvia, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Suécia, Suíça, Turquia, Ucrânia, Reino Unido**, Estado da Cidade do Vaticano

** 2022-2024 apenas (em França e Reino Unido). Direitos de transmissão neste territories já foram concedidos para os Jogos Olímpicos de 2018 e 2020:

França 2018-2020: http://www.olympic.org/news/ioc-awards-broadcast-rights-in-france-for-2014-2016-2018-and-2020-olympic-games-to-france-t-l-visions/133019       

Reino Unido 2018-2020: http://www.olympic.org/news/ioc-awards-broadcast-rights-in-united-kingdom-for-2014-2016-2018-and-2020-olympic-games-to-the-bbc/168427).