DESMONTAR A HISTÓRIA

DESMONTAR A HISTÓRIA

DESMONTAR A HISTÓRIA’ MOSTRA OS SEGREDOS DOS TEMPLOS MAIS ICÓNICOS DO PLANETA

A terceira temporada de “Desmontar a História” vai continuar a desvendar o legado arquitetónico de algumas das civilizações mais antigas do planeta e as estruturas mais icônicas que sobreviveram à passagem do tempo. A série mostra aos espetadores do canal os segredos mais bem guardados de templos, muros, pirâmides, catedrais ou monumentos históricos que todos os anos recebem milhões de visitantes. Para dar mais realismo a cada caso, "Desmontar a História" utilizará as mais modernas técnicas de animação geradas por computador. Graças a esta série, os espetadores têm tido a oportunidade de ver ao mais ínfimo detalhe como é que as pirâmides foram construídas, o que escondem as suas câmaras secretas, como um tipo especial de arroz foi usado para construir a Grande Muralha da China ou qual o segredo que está guardado sob os templos maias de Chichen Itza, entre outras coisas.

Os mitos e mistérios que envolvem as mais icónicas e conhecidas mega estruturas do planeta têm sobrevivido ao longo de séculos, alimentando a imaginação da humanidade com as mais variadas teorias. Mas estes segredos têm os dias contados. Dos mesmos produtores de 'Desmontar o Cosmos', o novo programa do Discovery 'Desmontar a História' propõe trazer para a luz o legado de algumas das mais antigas civilizações do mundo. Como foram construídas as pirâmides e o que escondem as suas câmaras secretas? Como foi usado arroz pegajoso para construir a Grande Muralha da China? Que segredo sagrado se encontra debaixo dos templos maias de Chichén Itzá?

'Desmontar a História', que estreia a 19 de fevereiro às 21 horas, explora estes mistérios ao seguir várias expedições científicas e ao levar ao ecrã o trabalho desenvolvido por elas. As animações feitas por computador utilizadas em todos os episódios, consegue "dissecar" estes monumentos camada a camada, permitindo ao espetadores do Discovery Channel aceder às câmaras ocultas e abóbodas secretas que ainda permanecem nas profundezas.
Nesta primeira temporada, o programa visitará a Acrópole, em Atenas, as pirâmides maias, as catedrais medievais, o Palácio de Westminster, a Necrópole de Gizé e a Grande Muralha da China.